Sobre Mansueto Barbosa

O compromisso social, a coragem e a doação de um homem. Em 20 de Fevereiro de 1938, no Ceará, na cidade de Quixeramobim, nascia o menino Francisco de Paula Barbosa – que ficaria conhecido como Mansueto Barbosa. Ficou órfão de pai aos sete anos de idade, migrou para Fortaleza, onde se formou em Contabilidade pela Escola Técnica Federal do Comércio, e em Direito pela Universidade Federal do Ceará; cursou pós-graduação em Administração pela Escola de Administração do Ceará. Em 1962 iniciou sua trajetória nas comunicações, quando a convite do empresário Edson Queiroz passou a dirigir a Rádio Verdes Mares, assumindo posteriormente a direção da Televisão Verdes Mares. Foi figura imprescindível na consolidação do Sistema Verdes Mares de Comunicação.

Uma esperança, um sonho – educar pela música. Além do sucesso na direção de um dos mais importantes empreendimentos de comunicação do estado do Ceará, a vida lhe reservara outra missão. Num gesto de solidariedade, coragem e esperança, em 1993, Mansueto Barbosa funda a Casa de Vovó Dedé. OSC, sem fins lucrativos que promove assistência a crianças, adolescentes e idosos carentes. Se a ideia foi modesta no propósito, a obra se fez e se faz eterna no coração de centenas de crianças e jovens.

Tinha como missão acolher sem restrição, educar com seriedade, ensinar sem preconceito. Acreditar no outro e em si mesmo, restaurar a esperança. Buscar a excelência na simplicidade das coisas. Educar pela Arte e para a vida. Ensinar a amar o que se tem, o que se é, o que se faz. Ensinar a saber querer ser mais. Na última palestra que proferiu em um evento na Casa, ao concluir sua fala, ele fez um gesto com a mão, indicou quatro dedos da mão direita e disse: “A palavra é simples, pequenina, formada por quatro letras AMOR”.