Não à Fome

Com oito diretrizes e objetivos básicos o projeto Não à Fome desenvolvido pela Casa de Vovó Dedé está dividido em 3 fases. A primeira preocupa-se com a captação de um grupo de mulheres, mães ou responsáveis pelo núcleo familiar de crianças e jovens assistidos pela Casa. Elas são selecionadas pelo grau de necessidade, considerando-se alguns critérios práticos e pré-definidos. A partir disso são capacitadas pela instituição para as boas práticas de culinária. A capacitação se dá também no sentido de apresentar aos participante acesso à gastronomia saudável, a máxima utilização dos ingredientes, entre outras características da ação. Essa primeira fase tem uma duração de 3 meses.

A segunda fase do programa consiste em criar as condições necessárias, para que o grupo capacitado na primeira fase torne-se agente multiplicador na comunidade onde vive. Nesse intuito o Projeto Não à Fome contempla reformas de cozinhas, ou construções desses equipamentos, além do fornecimento das ferramentas necessárias (kit produção) para iniciar, sob a orientação da Casa, um novo ciclo de capacitação. Esse momento é vivenciado na própria comunidade onde residem as pessoas que participaram da qualificação. A intenção é atender a pessoas moradoras do entorno. O período dessa segunda fase é também de 3 meses, e tem todo acompanhamento da equipe responsável pela implementação do programa.

A terceira fase do programa consiste na implantação de um cardápio de produtos, que toda a cadeia produtiva então montada fabrica. Esse cardápio tem por finalidade a comercialização de produtos em locais específicos, sob o selo do programa Não à Fome. A produção desse cardápio é feita sob a tutela da Casa em todas as suas fases: da compra, armazenamento, distribuição nos diversos núcleos produtores, até os processos de produção em si. A Instituição faz o devido controle de qualidade em todas essas fases.

Outro ponto importante a ser destacado é o de que em todas as fases, tanto nas capacitações assim como da própria produção, os beneficiados do projeto são capacitados e acompanhados para procederem o correto descarte dos resíduos orgânicos e não orgânicos gerados por todo o processo. Todas as ações de mídias e marketing são de responsabilidade da Casa de Vovó Dedé, assim como a coleta e distribuição nos pontos de vendas. Estes locais também são de responsabilidade da instituição. Todo o custo de produção e comercialização são suportados pela instituição, ficando para os beneficiados a remuneração de seu trabalho na cadeia de produção. As benfeitorias realizadas nas casas das beneficiadas, e a aquisição e disponibilização do Kit Produção são alicerçados pela instituição. Todos os beneficiados terão que participar do programa pelo período de um ano. Nesse período os beneficiados do projeto estarão aptos a empreenderem e a optarem por continuarem participando do grupo do projeto Não à Fome ou se desligarem e empreenderem por conta própria.

As oito diretrizes e objetivos básicos do projetos são:
1 – CAPACITAÇÃO
2 – COMBATE À FOME
3 – SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL
4 – EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DA MULHER
5 – SUSTENTABILIDADE SOCIAL
6 – SOLIDARIEDADE – CONSTRUÇÃO DE UMA REDE DO BEM
7 – EMPODERAMENTO E PROTAGONISMO FEMININO
8 – ALINHAMENTO COM OS ODS – ONU – 2030